EXAMES

O ecocardiograma é um exame simples, não invasivo, sem utilização de radiação, que permite observar as estruturas e o funcionamento do coração. É hoje um exame fundamental no estudo das doenças cardíacas.

 

O ecocardiograma convencional (designado bidimensional e Modo M) consiste na utilização de ondas sonoras (ultra-sons) enviadas por um dispositivo (transdutor) que é aplicado irmemente contra a pele do peito, em direcção ao coração. As ondas sonoras são depois reflectidas pelas diferentes estruturas do coração (ecos das ondas) e novamente captadas pelo transdutor, sendo convertidas por um computador em imagens em movimento. Desta forma consegue-se avaliar as cavidades e as válvulas cardíacas, bem como a capacidade do coração bombear o sangue.

 

O ecocardiograma convencional (bidimensional e modo M) pode ser complementado com o estudo Doppler Cardíaco.

Quando as ondas sonoras são reflectidas pelas células do sangue que se deslocam através das válvulas cardíacas e dos vasos sanguíneos, elas mudam de “tonalidade” (sinais Doppler), sendo possível assim medir a velocidade e a direcção do fluxo de sangue no coração. Esta função Doppler (nos seus tipos Contínuo, Pulsado e Eco-Cor) permite complementar a avaliação das estruturas cardíacas, nomeadamente o funcionamento das válvulas do coração através da análise dos fluxos sanguíneos intracardíacos e do cálculo das respectivas velocidades.

 

O ecocardiograma não tem contra-indicações nem requer qualquer preparação especial.